Aviação doméstica volta a registrar alta em julho
Curiosidades Notícias  /  agosto 29, 2017
Aviação doméstica volta a registrar alta em julho

A demanda por voos domésticos no Brasil completou o quinto mês consecutivo de avanço em julho, segundo a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), com crescimento de 3,83% em relação ao mesmo mês de 2016. A oferta teve ampliação um pouco superior, de 4,59%, na mesma base de comparação.

A expansão da oferta em nível superior ao da demanda apurada levou a uma queda do fator de aproveitamento dos voos, de 0,62 ponto percentual, ficando em 83,97% de ocupação no mês. O volume de passageiros transportados evoluiu em linha com os demais indicadores, apresentando alta de 4,43% sobre julho de 2016, somando 8,6 milhões de viagens realizadas.

No índice de participação do mercado doméstico em julho deste ano, a Gol aparece em primeiro (37,58%), seguida por Latam (32,24%), Azul (17,38%) e Avianca (12,80%). As posições se repetem no acumulado de 2017 onde a Gol tem 36,33%, na frente de Latam (32,46%), Azul (18,37%) e Avianca (12,84%). As companhias respondem juntas por mais de 99% do mercado doméstico.

O acumulado de janeiro a julho de 2017, em comparação com igual período de 2016, apresenta leve alta de de 0,58% na oferta doméstica, 1,51% de crescimento na demanda, o fator de aproveitamento teve aprimoramento de 0,74 ponto percentual (80,89%) e o total de passageiros transportados cresceu 0,97%, somando 51,6 milhões de viagens.

INTERNACIONAL
As empresas aéreas brasileiras, que detêm, segundo a Abear, um terço do mercado de viagens internacionais do País, registraram em julho crescimento de 18,82% da demanda em relação ao mesmo mês do ano anterior, e a oferta subiu 18,01%.

Essa relação entre oferta e demanda resultou em leve alta de 0,59 ponto percentual do fator de aproveitamento (86,17% de ocupação dos assentos disponibilizados). A quantidade de transportes realizados somou 805 mil viagens no mês, uma alta semelhante à das demais estatísticas de 16,74%.

Em participação do mercado internacional em junho, entre as empresas brasileiras, a Latam aparece com folga no topo (73,63%), seguida Azul (12,51%), por Gol (11,76%), e Avianca (2,10%). No acumulado, o índice da Latam é superior (77,65%) e a Azul é vice-líder (10,98%) com pouca diferença da Gol (10,88%), e distância significativa da Avianca (0,49%).

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.


*


@diariodeaviacao
EnglishPortuguese