A320 da Air Canada quase provoca pior acidente da aviação
Empresas Aéreas Incidentes Notícias  /  julho 11, 2017
A320 da Air Canada quase provoca pior acidente da aviação

Um avião A320, matrícula C-FKCK, da Air Canada desviou por pouco e evitou um desastre depois de quase pousar em uma pista de rodagem (Taxiway) com outros quatro aviões no Aeroporto Internacional de San Francisco (EUA) na noite de sexta-feira 07/07.

O vôo da Air Canada AC759, de Toront, foi liberado para aterrissar na pista 28R antes da meia-noite, disse uma declaração da Federal Aviation Administration (FAA).

“No entanto, o piloto inadvertidamente alinhou para a Taxiway C, que é paralela à pista”, disse o comunicado. “Um controlador de tráfego aéreo enviou o jato da Air Canada para uma nova volta no circuito”.

Em uma gravação de áudio das conversas entre o controle de tráfego aéreo e os pilotos, disponíveis no Live ATC, o piloto da Air Canada diz ao controle de tráfego aéreo que ele vê outras luzes na pista antes de ser informado que não há outros aviões em 28R.

“Pode-se ver que se iniciam incertezas na mente da Tripulação da Air Canada sobre o que está acontecendo”, disse o ex-piloto comercial e investigador de aviação John Cox, referente à gravação das comunicações.

Cox acrescentou que as tecnologias em vigor estão há muito tempo comprovadas para evitar colisões na pista.

“Existem dispositivos eletrônicos que enviam sinais de rádio para o avião manter alinhamento vertical e lateral. E o porque não estava sendo seguido é que vai ser a questão central que os pesquisadores vão olhar”, disse ele.

Na gravação, um piloto da United Airlines é ouvido dizendo: “United One, Air Canada voou diretamente sobre nós”.

Outra voz é ouvida dizendo: “Onde está esse cara? Ele está na pista de rodagem”.

Quando o controle de tráfego aéreo percebe que o avião estava dirigindo-se para a pista de rodagem, é direcionado para dar uma volta e se aproximar novamente.

O pouso ocorreu sem incidentes na segunda tentativa, com atraso de 54 minutos. Não foram divulgados quantos passageiros estavam a bordo.

 

Em entrevista, um ex-piloto americano disse que o avião evitou o que poderia ter sido uma colisão “horrível”:

“Se é verdade, o que aconteceu provavelmente se aproximou do maior desastre da aviação da história”, disse o capitão da United Airlines, Ross Aimer, CEO da Aero Consulting Experts.

“Se você pudesse imaginar um Airbus colidindo com quatro aviões de passageiros do tipo wide body, cheios de combustível e passageiros, então você pode imaginar quão horrível isso poderia ter sido”, disse ele.

O aeroporto de San Francisco exige “voo de precisão”

A FAA está investigando o quão perto o avião da Air Canada chegou dos quatro aviões na Taxiway, acrescentando que esse tipo de incidente é “muito raro”.

Cox fez eco de que a colisão durante decolagens e pousos são raros, mas foi rápido para identificar certos elementos de design do aeroporto de São Francisco que podem ter agravado a abordagem problemática.

Ele voou para o mesmo aeroporto “muitas, muitas vezes” como um piloto e disse que exige “precisão de vôo”.

Por exemplo, duas pistas adjacentes são as mais próximas de qualquer par usado por aeronaves comerciais no mundo, apenas cerca de 229 metros entre eles.

Da mesma forma, menos de 150 metros separa a pista 28R da Taxiway.

Mas Cox ainda pergunta como a equipe da Air Canada pode ter confundido as duas tiras de asfalto. No aeroporto de São Francisco, as pistas de aterrissagem são iluminadas por luzes claras ou cor âmbar, enquanto a via de rodagem é revestida de luzes azuis.

“Todo mundo aqui fez um bom trabalho” ao anunciar uma catástrofe potencial, disse Cox. “Agora, só precisamos saber por que a equipe da Air Canada achou que a pista de rodagem era a pista para pousar.

Em um comunicado, um porta-voz da Air Canada disse que a companhia aérea também está investigando.

“O vôo da Air Canada AC759, de Toronto, estava se preparando para chegar no aeroporto de São Francisco na noite de sexta-feira, quando a aeronave iniciou uma outra volta para aproximação”, disse Peter Fitzpatrick na declaração por e-mail.

“A aeronave pousou normalmente sem incidentes. Ainda estamos investigando as circunstâncias e, portanto, não temos informações adicionais para oferecer”.

 

Fontes:

CBC News

Global News

Fligh Radar 24

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.


*


@diariodeaviacao
EnglishPortuguese