11 de Setembro de 2001
Acidentes Curiosidades Notícias  /  setembro 11, 2017
11 de Setembro de 2001

No dia 11 de setembro de 2001, uma terça-feira há 16 anos, ao sul da ilha de Manhattan localizavam-se as torres de 110 andares de escritórios do World Trade Center, centro financeiro da cidade, e às 08h46 daquela manhã, no horário de Nova Iorque, o voo 11 da American Airlines chocou-se contra os andares 93 e 99 da Torre Norte do WTC. Estima-se que o avião da AA estava a 700 km/hora no momento do impacto.

 

Inicialmente acreditava-se tratar de incêndio no prédio, mas os relatos diziam que uma aeronave havia batido contra o prédio. Às 09h03, 18 minutos mais tarde, a Torre Sul foi atingida pelo voo 175 da United Airlines na altura dos andares 77 ao 85, a uma velocidade estimada de 540 km/hora, com transmissões ao vivo o mundo começou a perceber que a partir daquele momento estava em andamento o maior sequestro áereo e consequente ataque terrorista coordenado já realizado.

Os dois aviões sequestrados levavam um total de 137 passageiros e 20 tripulantes, que foram parte das 3 mil vítimas dos ataques. A maior parte das vítimas civis estariam posteriormente na destruição das torres, que colapsaram após o fogo derreter as estruturas que as sustentavam às 09h59 (Torre Sul) e 10:08 (Torre Norte).

Os eventos desse dia foram uma série de ataques assumidos pelo grupo Al Qaeda, que deixaram mais de 6 mil feridos. Além dos aviões que se chocaram contra as Torres Gêmeas, outros dois aviões foram sequestrados naquele mesmo dia.

O voo 93 da United Airlines se chocou contra o solo em um campo no estado da Pensilvânia quando os passageiros tentavam retomar o controle da aeronave. Os 37 passageiros e os sete membros da tripulação morreram.

Um quarto avião, o voo 77 da American Airlines, se chocou contra um dos maiores edifícios de escritórios do mundo: o Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA a aproximadamente 530 Km/hora, matando os 58 passageiros e os 6 tripulantes, assim como 125 civis e militares que estavam trabalhando no prédio, nos arredores de Washington.

Não há como deixar de falar nos acontecimentos de 11 de setembro de 2001 sem pensar no que aquele dia representou para a aviação como um todo, uma vez que as aeronaves foram sequestradas e intencionalmente direcionadas para alvos pre-estabelecidos.

Após os atentados, os EUA deixaram de receber voos internacionais por três dias, e posteriormente aumentaram e introduziram novos controles e procedimentos de segurança em aviões e aeroportos, muitos dos quais foram adotados e implantados em outros países e fazem parte do nosso dia a dia.

Os voos de 11/09/2001:

WTC

Voo 11
American Airlines
Matrícula: N334AA
Aeronave: Boeing 767-223ER
Passageiros: 81
Tripulantes: 11

Capitão John Ogonowski
Primeiro Oficial Thomas McGuinness
Comissários
Barbara Arestegui
Jeffrey Collman
Sara Low
Karen Martin
Kathleen Nicosia
Betty Ong
Jean D. Roger
Dianne Snyder
Amy Sweeney

Voo 175
United Airlines
Matrícula: N612UA
Aeronave: Boeing 767-222
Passageiros: 56
Tripulantes: 9

Capitão Victor Saracini
Primeiro Oficial Michael Horrocks
Comissários
Robert Fangman
Amy Jarret
Amy King
Kathryn Laborie
Alfred Marchand
Michael Tarrou
Alicia Titus

Pentágono

Voo 77
American Airlines
Matrícula: N644AA
Aeronave: Boeing 757-223
Passageiros: 58
Tripulantes: 6

Capitão Charles Burlingame III
Primeiro Oficial David Charlebois
Comissários
Michele Heidenberger
Jennifer Lewis
Kenneth Lewis
Renee May

Campo aberto em Shanksville

Voo 93
United Airlines
Matrícula: N591UA
Aeronave: Boeing 757-222
Passageiros: 37
Tripulantes: 7

Capitão Jason Dahl
Primeiro Oficial Leroy Homer
Comissários
Lorraine Bay
Sandra Bradshaw
Wanda Green
CeeCee Lyles
Deborah Welsh

 

Foi construído um memorial e um museu no local onde ficavam as Torres Gêmeas, inaugurado em 11/09/2011, para homenagear também as vítimas do atentado de 26 de fevereiro de 1993, e  edificado o One World Trade Center que substituiu as Torres que sucumbiram em 2001 e tradicionalmente as pessoas se dirigem a esse local para prestar suas homenagens.

Muitos livros, filmes e documentários foram lançados contando as mais diversas histórias e teorias do que aconteceu naquele dia, e apesar das diversas opiniões acerca do tema, qualquer tipo de atentado terrorista é condenável, independentemente de visão religiosa ou política.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.


*


@diariodeaviacao
EnglishPortuguese